A R&M tem autorização da CVM?

R&M LUXURY SEMIJOIAS
Descubra como funciona a CVM

R&M x CVM

A R&M tem autorização da CVM para ter os investimentos? Antes de entrarmos nesse mérito, você sabe qual o papel da CVM e o que ela realmente faz?

A sigla CVM se refere à Comissão de Valores Mobiliários, uma entidade autárquica ligada ao Ministério da Fazenda. Ela foi criada através da Lei nº 6.385 de 1976. Sendo assim, apesar de ser vinculada ao Ministério da Economia, a CVM atua de forma completamente independente.

As principais funções da Comissão de Valores Mobiliários são fiscalizar, normatizar, disciplinar e desenvolver o mercado de valores mobiliários. Em síntese, os valores mobiliários são os ativos negociados com o intuito de captar recursos, como ações, cotas de fundos e debêntures.

Portanto, todas as negociações que envolvem valores mobiliários devem ser reguladas pela Comissão de Valores Mobiliários. Ou seja, tanto os títulos públicos, quanto os privados, devem ser registrados na CVM antes de serem distribuídos no mercado.

A R&M não trabalha com ações ou títulos e sim com fabricação e venda de produtos, o qual não está sob a tutela da CVM que não tem jurisprudência nas negociações da R&M Luxury, e de forma simples para você entender, como dito inúmeras vezes você vai estar investindo em produtos, nós vamos fabricar e revender, você terá uma parte, as franquias e revendedores assim como a  R&M Luxury.