Empreender durante a Pandemia

Algumas dicas para você dar o ponta pé inicial. Venha conhecer!

Uma variável bem grande se formou no mercado nos diversos setores do empreendedorismo. Acontecendo seu ápice de variação no ano passado (2020), ainda no decorrente ano (2021) se mostra presente, onde algumas empresas cresceram e outras diminuíram seus lucros. Diante desse histórico cenário, há registros oficiais de aumento considerável de empreendedores no Brasil, porém nem todos tiveram sucesso.

Numa mescla de negócios, uns setores tiveram que fechar as portas ou mudar de setor reinventando tentando encontrar saídas para o momento. Isso fez com que o aumento de empreendedores (muitos por necessidade) entrassem no mercado com seus produtos.

Abraçar um negócio num momento de crise econômica motivada pela Pandemia, pode ter soado como uma solução para ultrapassar uma fase, porém para continuar é necessário um planejamento, estratégia para rever possibilidades e com dedicação fazer o negócio caminhando a passos firmes.

Organização, planejamento, enfrentamento de alta concorrência, obrigatoriedade de seguir as medidas de segurança sanitárias e distanciamento social, são fatores que devem ser colocados numa balança antes de começar a empreender.

 

Depois de um breve relato, segue abaixo, dicas para empreender:

  1. Planejar, verificar tendências: Item prioritário, necessário em qualquer tempo, mas em períodos de crises, tornam-se prioridade. Analisar possíveis dificuldades que possam surgir, como é um período, isso pode oscilar de acordo com algumas mudanças de hábitos dos consumidores de produtos ou serviços. Um plano de investimento no setor de entregas deve ser bem executado se o seu produto for físico, serviços online tem menor custo, podendo ser uma opção.

 

  1. Qualidade no serviço: Empreender nesse momento com a venda de um produto ou na prestação de serviço, é um desafio para quem está no ramo, independente do setor. Entregar uma encomenda num prazo curto ou um serviço delivery no setor de alimentação, tem peculiaridades diferentes até que chegue ao consumidor, porém a exigência de qualidade é igual, portanto fazer um estudo minucioso de como seguir para a entrega de forma satisfatória para o cliente também tem que ter diferencial.

 

  1. As finanças de investimento: Existe um perigo na hora de iniciar seu negócio de empreendedorismo, pois muitas pessoas começam no ramo com o propósito de suprir a necessidade do momento e acabam cometendo um erro que pode comprometer o bom andamento do negócio. Sem entender muito desse mundo, acabam misturando o dinheiro usado nos negócios com o dinheiro pessoal. É preciso separar para poder saber dados de custo/benefício e assim conseguir medir os lucros e planejar um novo investimento com segurança.

 

Reservamos para você algumas ideias de negócios lucrativos para empreender durante a pandemia listados logo abaixo:

– Cursos online;

– E-commerce;

– Consultoria à distância;

– Assinaturas de lazer;

– Exercícios online;

– Empresas digitais;

– Profissionais freelancer.

Ter seu próprio negócio hoje é um sonho real que para muitos parecia não ser possível até um tempo atrás. Mas sabemos que nem sempre ter o capital e uma boa ideia na cabeça significa sucesso, é preciso ter um certo conhecimento para empreender.

Se você é um desses iniciantes ou se já é um empreendedor, convidamos você para visitar a página da R&M Luxury e ver se alguma das opções de investimentos, abertura de franquias dentre outros é de seu interesse.

Empreendedorismo: Inicie agora seu negócio de Semi Joias com R&M LUXURY!

O povo brasileiro é um país criativo e resiliente e isso é muito positivo para se abrir um negócio. Muitos brasileiros tem perfil empreendedor e quando se tem uma boa oportunidade deve-se partir para a ação!

O mercado de semi jóias apesar de no momento atual não estar em ascensão, ainda tem ótimas projeções futuras, mesmo em tempos de crise. Saiba como inciar seu negócio de semi joias sendo um FRANQUIADO R&M ou REVENDEDORA!

Uma matéria do jornal Valor Econômico revelou que o mercado global de acessórios, que inclui bolsas, relógios, jóias, bijuterias deve movimentar USD 700 bilhões em 2022, ou seja, houve uma queda de apenas 1% em relação ao ano anterior, devido a uma pequena retração no consumo desses itens no mundo todo.

No Brasil, desde o ano de 2008 o crescimento neste setor é de 10% ao ano. Isso refere-se apenas às empresas abertas e legais, pois na verdade este número é muito maior, haja visto que a informalidade é bastante expressiva.

Este ano, porém, houve uma queda neste setor, mas mesmo com a queda, é um mercado que ainda movimenta muito dinheiro.

Hoje, com a facilidade de se comunicar através das redes sociais como instagram, facebook, pinterest, twitter, entre outros, é muito mais fácil realizar vendas.

Além disso, o comércio eletrônico foi o único que subiu neste ano em relação a pontos de venda de rua, grandes centros comerciais e shoppings.

A maioria de nossas revendedoras começou vendendo semi jóias apenas para suas amigas e foi ampliando este círculo para as conhecidas destas amigas, depois conquistando clientes de outros bairros, cidades e até mesmo estados. Uma dica ótima para você que está pensando em revender semi jóias é conversar com os donos de salões de beleza do seu bairro.

Os salões de beleza costumam ter uma boa circulação de pessoas e enquanto as mulheres esperam para fazer a mão ou o cabelo, esta é a sua oportunidade de mostrar os seus produtos e começar as vendas.

Além disso, entre em contato conosco que tiraremos todas as suas dúvidas! Não espere para dar início ao seu negócio! Entre em contato pelo nosso site https://rmluxo.com.br/ e chame no Chat de atendimento.