Como Escolher Semijoias Elegantes para Revender?

Para quem deseja uma independência financeira, a revenda de semijoias é um ramo que dá muito lucro. Para garantir o sucesso, escolher semijoias elegantes é essencial. Entender como escolher as peças mais desejadas pode parecer complicado, mas com algumas dicas você consegue!
O sucesso na revenda de semijoias virá a partir da oferta de bons itens aos clientes. Um mostruário elegante e muito bonito, por exemplo, ajudará você a potencializar seus lucros. Então, confira como escolher semijoias elegantes para revender.

Escolha peças delicadas

Peças delicadas são muito relacionadas à elegância, por isso, se você busca revender semijoias, invista nos itens que têm uma maior delicadeza. Ótimos exemplos são as correntes mais finas, os pingentes com detalhes, os brincos menores, etc.
Além disso, as semijoias banhadas em ouro com pedras também são muito desejadas. Elas trazem sofisticação ao look, o que atrai muitas clientes!

Invista em diferentes modelos de semijoias

Não busque apenas a elegância nas peças simples: busque também ter em seu mostruário diverso, com lindas peças diferentes umas das outras, que se destaquem e demonstrem a qualidade dos seus produtos. Afinal, você está mostrando sua vitrine!
Escolha diversos anéis, pulseiras, correntes, pingentes, braceletes, tornozeleiras, entre outras peças, que contenham alguma pedra colorida, desenhos diferentes, etc.

Ofereça conjuntos de semijoias

A elegância também está presente nas combinações ornamentadas e clássicas. Por isso, criar kits de semijoias atrairá muitas clientes. Para começar, você pode unir brincos e colares que sejam parecidos, mas também é legal ousar e escolher peças com pedras coloridas.
Tente unir colares e pulseiras, diferentes anéis como os de falange, etc. Lembre-se: para atrair suas clientes, não basta ter apenas semijoias elegantes, mas é importante montar um mostruário atraente, trazendo uma boa impressão com belíssimas e delicadas semijoias de toque único.
E então, viu só como é simples escolher boas peças para revender? Siga as tendências da moda, saiba o que deixar à mostra para suas clientes e escolha peças personalizadas. Não se esqueça de manter o contato com diferentes tipos de clientes.

A Tendência do Momento: Brincos Ear Hook

A tendência do momento: Brincos Ear Hook

O nome ear hook significa “gancho de orelha” por realmente ter uma aparência parecida com a de um gancho.

 

Essa tendência teve início nos EUA e na Europa e em 2021 foi uma das grandes queridinhas das fashionistas em todo o mundo, além de ser uma grande aposta para 2021.

 

Com diversos tamanhos, materiais e estilos, o ear hook se tornou um acessório indispensável, por ser capaz de transformar qualquer look básico em um look moderno e cheio de personalidade.

5 Acessórios que as Blogueiras estão Investindo em 2021

Escolher quais acessórios investir na hora de fazer uma produção para sair ficou muito mais fácil com a popularização da internet. Saber mais sobre as tendências ficou dentro do espaço de um clique.

A moda passa por um ciclo bem conhecido: Aparecem nas passarelas e depois invadem as ruas. É assim que o que era tendência vira moda e todo mundo passa a investir em peças que complementam e dão charme a qualquer look.

Hoje vamos conferir cinco acessórios que grandes blogueiras/youtubers estão investindo.

1 – Choker

Sabe aquela história de que vale a pena guardar peças de modas passadas para investir futuramente? Essa máxima tem acontecido também com os acessórios. O Choker foi muito usado na década de 1990. Atualmente, voltou com tudo e repaginado.

Há uma grande variedade de Chokers disponíveis: de tecido, com semijoias, junto com a blusa, com ou sem pingentes etc. Vale a pena investir em um que mais combina com a sua personalidade.

Camila Coelho, a maior blogueira de moda do Brasil (mais de 3 milhões de inscritos*) faz parte desse grupo de mulheres que não dispensa esse acessório. Por ser uma peça democrática, há modelos para quem tem um perfil mais despojado até para quem quer apostar neles como parte de looks mais sofisticados.

2 – Combinar vários anéis

Outra novidade do mundo da moda é quebrar aquela velha regrinha de ter que escolher um dos dedos para colocar um anel. Agora, podemos combinar vários anéis, inclusive os com formas e cores diferentes, para compor o visual.

Rayza Nicácio (mais de 1 milhão de inscritos*) é uma jovem blogueira/youtuber que está sempre atenta ao que está na moda. Combinar três anéis em cada mão, mais colares e pulseiras compõem um look cheio de personalidade.

3 – Pingentes pendentes

Usar pingentes sempre esteve e sempre estará na moda. A busca por inovações para esse acessório é sempre bem-vinda. Em 2021, estamos vendo um número crescente de mulheres que estão abusando dos pingentes pendentes.

Eles podem ser compostos por pedras, figuras, tecidos, entre outros. Jade Seba (mais de 320 mil seguidores) está sempre atenta aos acessórios de moda e investe num colar pendente para deixar o visual descontraído e despojado.

4 – Ear Cuffs

Os Ear Cuffs ficaram famosos na década de 1980 pelo movimento Punk, mas sua origem é bem mais antiga, pois egípcios e indianos já utilizam há décadas.

Ele retornou com tudo em 2021, quando Karl Lagerfeld o inseriu no desfile da Chanel. Desde então, ele tem sido usado por milhares de mulheres que desejam passar personalidade e estilo.

Os Ear Cuffs nada mais são que um dos tipos de brincos que têm como objetivo valorizar toda a borda da orelha. Eles podem ser de prata, dourado, colorido, com pedrarias etc. Há muitas opções disponíveis.

Camila Coutinho (mais de 300 mil inscritos*) investiu num Ear Cuff verde com os cabelos presos. Essa é a melhor forma de evidenciá-lo. Aposte nessa técnica também.

5 – Sobreposição de colares

Assim como usar mais de um anel tornou-se moda, a sobreposição de colares também. O mais legal é que a moda trouxe liberdade para ousar nas combinações. Peças mais delicadas podem facilmente ser utilizadas com outras mais imponentes, e juntas deixam o look moderno e versátil.

Tassia Naves (mais de 100 mil inscritos*) é uma das referências do mundo da moda. Neste look, ela mostra como é possível combinar dois colares harmoniosamente. Se inspire!

*Números dos respectivos canais do Youtube

Nós da R&M Luxury Semijoias estamos sempre atentos ao que está na moda e disponibilizamos acessórios de alta qualidade, com um preço justo e que contribuem para deixar qualquer mulher com uma autoestima elevada e pronta para ser o centro das atenções por onde passar.

O que são Semijoias, Brincos Ear Cuff

Hoje vamos contar tudo sobre os Brincos EAR CUFF

Nesse post, vamos te contar tudo o que você precisa saber sobre os brincos ear cuff! Celebridades como Giovanna Antonelli, Marina Ruy Barbosa e Ivete Sangalo já são super adeptas dessa tendência. Essa joia tem feito cada vez mais sucesso por ser uma peça única e muito diferente dos brincos padrão. Com certeza, você também vai se encantar por esse brinco maravilhoso!

O que são Semijoias, Brincos Ear Cuff

Eles podem tudo

Tem certos acessórios que tem o poder de transformar o look, garantindo mais estilo e dando aquele up no visual; o ear cuff é um deles.

Você ainda duvida do poder do EAR CUFF

Muitas pessoas já viram ou ouviram falar desse brinco, porém ainda tem dúvidas sobre o que ele é. Então, o brinco queridinho das famosas e it girls ganha cada vez mais espaço no mundo fashion! Isso porque os brincos ear cuff são acessórios maravilhosos capazes de transformar qualquer look básico em um look incrível!

O que são Brincos Ear Cuffs?

Os brincos ear cuffs são joias que apresentam uma lógica e um design um pouco diferente do tradicional. Geralmente, esses brincos ocupam boa parte do lóbulo da orelha e seu comprimento é sempre distribuído de baixo para cima.

Por isso, os brincos são colocados na altura do furo padrão da orelha e o desenho deles vai acompanhando o contorno da orelha.

Alguns modelos conhecidos como maxi ear cuffs pegam realmente a orelha toda, já outros modelos mais discretos cobrem apenas uma região pequena do lóbulo da orelha.

Descubra as Tendências e como e quando usar Brincos Ear Cuff

DESIGN PROCESS

Como usar Brincos Ear cuff?

Os brincos do tipo ear cuff podem ser usados de diversas maneiras e em muitas ocasiões. Afinal, há vários estilos de ear cuffs e é possível encontrar tipos perfeitos para cada situação.

Entretanto, há três formas básicas de usar os ear cuffs, sendo elas:

  • Usar o par do ear cuff. Portanto, o brinco que sobe pelo lóbulo é usado nas duas orelhas
  • Usar o ear cuff em apenas uma orelha para criar um look assimétrico. Para complementar, um brinco ponto de luz pode ser acrescentado em uma das orelhas, acompanhando o ear cuff
  • Usar o ear cuff associado à outro tipo de brinco. Nesse caso, o ear cuff pode ser usado como brinco do segundo furo, ou com piercings falsos para dar um toque fashion!

CREATIVE IDEAS

Quando usar Brincos Ear Cuff?

Já se foi o tempo em que o ear cuff era considerado um brinco statement  exclusivo para fashionistas… Hoje em dia, esse tipo de brinco é também uma das opções essenciais para o porta joias de qualquer pessoa!

Isso porque há uma variedade imensa de tipos de ear cuffs. Portanto, para cada ocasião há um tipo de ear cuff ideal para deixar seu look ainda mais poderoso.

Então, para composições mais formais, aposte nos ear cuff com um toque mais clássico, como as pedras que podem ser brancas, pretas ou em cor esmeralda. Já para o dia à dia ouse no look com ear cuffs da R&M Luxury que combinam muitas cores!

Porém, se seu estilo for super clássico, incorporar o ear cuff já é um grande passo para o mundo das peças modernas. Então prefira ir devagar e escolha ear cuffs menores e com pedras de cores únicas.

Como Fazer a Abordagem de Vendas para Semijoias?

E sabe o que é ainda melhor?
É que agora é a hora de se animar, pois os números indicam que o ramo de semijoias que já está aquecido, promete pegar fogo ainda esse ano!
Uma pesquisa realizada pela IBGM – Instituto Brasileiro de Gemas e Materiais preciosos aponta que o Brasil está entre os 15 maiores consumidores de semijoias e que para esse ano é esperada uma movimentação de cerca de 6% no crescimento do faturamento.
Agora responda rápido:

  • Você está preparada para lucrar sobre essa oportunidade?
  • Você tem a “pegada” para realizar todas as vendas que estarão por vir?

Porque se ainda está em dúvida, não há mais tempo a perder, essa é a hora de investir no mercado que não para de crescer e você pode se tornar uma referência em revenda de semijoias da R&M!
O tempo voa e o show não pode parar diz a música!
Então que tal ir direto ao ponto e aprender algumas técnicas de abordagem que irão facilitar ainda mais o fechamento das suas vendas e o aumento dos lucros na revenda de semijoias!
Fique de olhos bem abertos e anote as dicas!

1.  Encante com o marketing Pessoal

           Como fazer a abordagem de vendas para semijoias?
Você pode pensar: “Mas como isso está relacionado a abordagem de vendas? ”
Pois podemos garantir que muito!
Antes de comprar as suas semijoias sua cliente compra você!
Você é a principal vitrine de vendas e deve ser vista de maneira positiva, é importante despertar confiança e transmitir afinidade, faça com que sua cliente queira usar as semijoias assim como você!

2.  A abordagem perfeita!

            Como fazer a abordagem de vendas para semijoias?
A primeira dica é: mostre a sua presença, deixe que a sua cliente perceba que você está interessada nas necessidades dela de se sentir mais bonita, mais jovem, mais arrasadora.
Uma técnica infalível para vender semijoias é a da semelhança!
Isso mesmo, coloque-se na mesma sintonia que sua cliente para que ela se sinta à vontade.
Mas como é isso na prática?
Por exemplo, ao atender uma cliente mais tímida, com a voz mais baixa e movimentos mais acanhados, aproxime o seu jeito de agir ao dela, sintonize o seu tom de voz, faça movimentos menores e lembre-se de manter contato visual!
Agora se está atendendo uma cliente mais expansiva, engraçada… harmonize suas ações com a dela, você verá que esse segredo traz resultados surpreendentes!

3.  Crie e mantenha um diálogo de vendas

Para novos e melhorados resultados são necessários atitudes diferentes e se houver erros no percurso, sempre aprenda com eles, use-os de alavanca para crescer profissionalmente.
Aquela pergunta, posso ajudar?… Hun… Acredite, não é uma boa ideia, pois já tem resposta:
Hoje vou apenas dar uma olhadinha!
Isso serve também para a revenda de semijoias, mantenha sempre um diálogo de venda com a sua cliente, faça perguntas que deixem brecha para continuar o papo… dessa forma você vai estabelecendo uma relação com a pessoa que irá comprar.
Você pode usar por exemplo: Está procurando algo especial?
É um presente? Ou para você mesma?
O que você acha desse modelo?
Todas as perguntas dão oportunidade para continuar a conversa e realizar a venda!

4.  Finalize sua venda com qualidade!

Bem depois de se apresentar, abordar, criar um diálogo de vendas, chegou a hora de realizar a venda!
Para isso a dica é:
Mantenha sempre àdisposição real e a intenção de entregar sempre o melhor para sua cliente.
Busque a melhor solução para o que ela precise e se você não tiver, apresente alternativas, entenda exatamente o que ela precisa, algumas vezes a própria cliente ainda não sabe o que quer e você com sua sensibilidade e conhecimento mais uma vez pode ajudar!
E lembre-se sempre, uma venda com qualidade é aquela que beneficia tanto quem compra como quem vende!
Sucesso e boas vendas!
COMECE A FAZER DINHEIRO AGORA MESMO!

Como Anunciar seu Link Indicação no Google ADS: O Passo a Passo Completo do Adwords

Olá leitores da R&M Luxury!

Se você é cliente R&M tanto vendendo as semijoias quanto em investimentos, em algum momento já deve ter pensado em formas de aumentar a visibilidade do seu link de indicação ou seus produtos. Você já deve ter efetuado para si mesmo, o seguinte questionamento: “como divulgar?”. Por esse motivo, no artigo de hoje mostraremos a você como o trabalho com links patrocinados poderá ajudá-lo a alavancar seus negócios na “internet”. Continue lendo este artigo para saber mais sobre como anunciar no Google ADS, otimizar suas campanhas e atingir o sucesso, utilizando o Google AdWords.

O que é Google AdWords?

O Google Adwords é um sistema que permite você criar campanhas de anúncios, investindo uma quantidade de dinheiro para fazer o seu site se destacar nos resultados de busca. Anunciar no Google é uma das maneiras mais eficientes de se obter resultados a curto prazo e de descobrir o que é ou não relevante para a sua audiência.

Toda vez que alguém faz uma pesquisa no Google, dois tipos de resultados aparecem: os resultados orgânicos e os resultados pagos (também conhecidos como links patrocinados). Hoje, nosso foco é mostrar a você as vantagens do AdWords:

  • Segmentação: seus anúncios aparecem para as pessoas certas e no momento certo. Só verão seus anúncios, pessoas que estiverem procurando por algo parecido com ele;
  • Mensuração: você consegue medir o impacto real da sua campanha, podendo editar seus anúncios ao longo do tempo;
  • Disponibilidade: o que permite você rodar novos anúncios em poucos minutos. Ou seja, é simples e rápido;
  • Controle da mensagem: você escolhe como quer falar com seu público, pois é você quem redige o texto do anúncio que vai aparecer no Google;

Todos esses pontos citados acima, você consegue manusear através do AdWords. É muito importante acompanhar as métricas diariamente, identificar o que funciona e o que não funciona para otimizar suas campanhas.

Formatos para Anunciar no Google

Existem basicamente duas formas de se anunciar no Google, através da rede de pesquisa e da rede de display. Os anúncios voltados para a rede de pesquisa aparecem na tela em que o usuário visualiza os resultados da busca que ele fez.

Na rede de pesquisa, podemos escolher para quais palavras-chave buscadas no Google, nossos anúncios aparecerão. Além disso, podemos escolher também para qual página de nosso site o usuário será redirecionado ao clicar no resultado. Por isso, é de suma importância pensar na experiência do usuário, ou seja, você precisa levá-lo até uma página de destino que seja condizente com o anúncio que ele clicou. Em outras palavras, ofereça ao seu usuário exatamente aquilo que ele está procurando.

Nessa fase de criação do anúncio, é importante utilizar textos que chamem atenção do usuário, fazendo com que ele clique no seu anúncio e não no do concorrente.

Palavras-chave

Palavras Chaves seu Anuncio

Criar sua campanha no AdWords

Ao criar sua campanha no AdWords, você escolherá uma lista de palavras-chave para vincular seus anúncios a ela. A partir daí, o Google tentará exibir seu anúncio toda vez que alguém fizer uma busca por alguma das palavras-chave da sua lista. Nós utilizamos o termo “tentará exibir”, pois para que o seu anúncio seja exibido, existe um leilão que disputará com outros anunciantes.

Como Construir uma Lista de Palavras-chave

As principais dicas nessa etapa são:

  • Faça uma lista básica, com pelo menos 10 palavras-chave;
  • Procure utilizar palavras-chave que combinem 2 ou 3 termos, como por exemplo: carros usados ou carros usados sp. Pois, se você utilizar palavras-chave de um termo só, como por exemplo carros, sua busca ficará muito abrangente, ou seja, alguém que esteja buscando sobre carros de brinquedo, poderia ver o seu anúncio;
  • Não repita palavras-chave;

Correspondência de Palavras-chave

Existem cinco tipos de correspondências, que vão desde uma abrangência mais ampla, até uma abrangência mais restrita:

  • Correspondência ampla: é o tipo padrão, ou seja, assim que você adiciona uma palavra-chave em sua lista, ela entra na correspondência ampla. Por exemplo, se você anunciar para o termo carros usados, pode ser que o Google exiba seu anúncio para buscas relacionadas, tais como: comprar carros ou carros antigos;
  • Correspondência ampla modificada: esse modelo também aciona variações da palavra-chave da lista, porém, são variações bem próximas, como plurais, erros de ortografia, abreviações, diminutivos, aumentativos, etc. Para aplicar essa correspondência você deve utilizar o símbolo de “+” antes dos termos, por exemplo: +carros +usados. Assim, quem buscar por carro usado também verá o seu anúncio.
  • Correspondência de frase: aciona o seu anúncio quando o termo buscado contém a palavra-chave original. Nesse modelo, devemos usar a palavra-chave entre àspas, por exemplo “carros usados”. Dessa forma, quem buscar por comprar carros usados, verá seu anúncio. Mas, se alguém buscar por carros fiat usados, já não verá. Em outras palavras, esse modelo permite termos antes ou depois da palavra-chave.

Uma aplicação importante pode ser exemplificada com as palavras rede de segurança e segurança de rede, a primeira delas trata do material utilizado para se instalar em janelas e varandas, por exemplo, enquanto que a segunda fala sobre redes de computadores. Sendo assim, se você atua com um desses dois segmentos, precisa fazer uso da correspondência de frase, para evitar cliques que não irão gerar conversão.

  • Correspondência exata: esse modelo somente exibirá o seu anúncio se o usuário buscar exatamente pela palavra-chave. Para usar essa correspondência, basta incluir a palavra-chave entre colchetes. Exemplo: [carros usados]

A correspondência exata é um recurso de grande valia para termos que geram ambiguidade. Por exemplo, a palavra-chave RPG. Aqui, temos pessoas buscando por exercícios de RPG e pessoas buscando pelos jogos de RPG, que são assuntos completamente diferentes. Nesse caso, se você trabalha com reeducação postural global (RPG), deve fazer uso de palavras-chave do tipo [clínica de RPG], [onde fazer RPG], [RPG benefícios] e por aí vai. O mesmo vale para quem tem um site que fale sobre jogos de RPG. Em ambos os casos, você precisa especificar melhor a palavra-chave, adicionando um termo que caracterize o seu serviço, evitando assim cliques que não trarão resultado ou conversão.

  • Correspondência negativa: o uso desse recurso, permite você evitar que seu anúncio apareça para termos amplos que não fazem sentido para o seu negócio. Por exemplo, se você utilizar a palavra-chave carros usados na correspondência ampla, pode ser que o seu anúncio apareça para a busca carros 0km. Porém, no seu negócio você não trabalha com carros novos, apenas com usados. Sendo assim, o AdWords permite você negativar termos, basta apenas utilizar o sinal de menos antes do termo. Exemplo: -0km

O uso da correspondência negativa é muito importante para aumentar o CTR do seu anúncio. CTR nada mais é do que a taxa de conversão que o seu anúncio teve. Por exemplo, se o seu anúncio teve 1000 impressões e 4 cliques, o CTR dele é de 4%. Ou seja, para encontrar o CTR, basta dividir o número de cliques pelo número de impressões.

Com tantos tipos de correspondências, o ideal é não misturar o uso delas, para evitar problemas. Por exemplo, se você utilizar a mesma palavra-chave no modo de correspondência ampla e no modo de correspondência exata, o primeiro modo prevalecerá sobre o segundo.

Anúncios – Rede de Pesquisa

Depois de cobrirmos os pontos mais importantes sobre palavras-chave, vamos continuar nosso artigo falando sobre a anatomia dos anúncios na rede de pesquisa. Basicamente, o anúncio é formado por um título, uma URL e até duas linhas de descrição. Confira os detalhes:

  • Título: no título, podemos fazer uso de até 25 caracteres e não podemos utilizar o sinal de exclamação;
  • URL: na URL, podemos escrever um pouco mais, fazendo uso de 35 caracteres. Vale dizer que o endereço que aparece na URL do anúncio pode ser diferente da URL de destino. No anúncio, o campo destinado à URL é apenas para mostrar uma URL de visualização. Ela precisa ser amigável, bem apresentada, ter o domínio do seu site, mas não precisa ser a URL real.
  • Descrição: a descrição do anúncio é dividida em duas linhas, sendo que podemos fazer uso de até 35 caracteres em cada uma dessas linhas. Esse é o espaço que você irá utilizar para passar a mensagem ao seu usuário.

Você deve ter reparado que o número de caracteres que você pode utilizar em cada um dos componentes do seu anúncio, é bem limitado. Por isso, seja criativo na hora de escrever e faça uso de técnicas de copywriting para convencer o internauta a clicar no seu anúncio e não no do concorrente. Além da criatividade, é bom se atentar a outros pontos na hora de anunciar no Google:

  • Escreva bem e sem erros de português;
  • Faça uso do call to action, ou seja, peça ao seu usuário que ele faça uma ação. Para fazer isso, lance mão de palavras como: confira, aproveite, compre, faça um orçamento, etc;
  • Coloque-se no lugar de quem faz a busca, mostre a ele somente resultados relevantes e que de fato são interessantes e condizentes com a busca realizada. Se possível, use no texto do anúncio a palavra-chave que foi buscada, a fim de que o usuário identifique-se melhor com o seu resultado;
  • Mostre ao internauta as vantagens que o seu produto ou negócio oferecem. Pode ser no preço, condições de pagamento, qualidade, exclusividade. Em linhas gerais, utilize o título e a descrição para mostrar os benefícios;

Ainda sobre anúncios, é bom mencionar que você pode utilizar extensões em seus anúncios, incluindo informações sobre o local do seu negócio, o número do seu telefone e sitelinks que permitem você oferecer, em um mesmo anúncio, mais do que apenas uma página de destino para o usuário. Com as extensões seus anúncios ficarão muito mais poderosos!

Páginas de Destino

A combinação de boas palavras-chave e anúncios chamativos não são tudo para se criar uma ótima experiência para o usuário. Precisamos trabalhar bem as páginas de destino, que são as páginas em que os usuários serão redirecionados quando clicarem em seus anúncios. É fundamental que a sua página de destino ofereça exatamente o que o usuário espera encontrar.

Por exemplo, se você fez um anúncio sobre o carro Tucson usado, o internauta espera ver modelos de Tucson usados. Em outras palavras, ele não vai ficar nem um pouco contente se não encontrar o que espera. Portanto, guarde isso, quando você utiliza páginas de destino com assuntos diferentes do que foi anunciado, você paga da mesma forma pelo clique e ainda corre o risco do cliente deixar seu site após poucos segundos de navegação.

Dicas Práticas para Elaborar uma Boa Página de Destino

  • Explique detalhadamente o seu produto ou serviço;
  • Ilustre a página com imagens e vídeos, deixando-a mais agradável e informativa;
  • Utilize blocos de textos curtos e objetivos. Facilite a leitura do usuário;
  • Tenha um call to action bem posicionado;
  • Explore e explique as principais vantagens e diferenciais do seu produto ou serviço;
  • Se possível, utilize depoimentos reais de pessoas que já foram ou ainda são seus clientes;
  • Tenha uma página de destino responsiva, que se adapte bem em qualquer computador, celular ou tablet;

Políticas do AdWords

São muitas as regras que você deve observar antes de se anunciar no Google. Em linhas gerais, o que mais importa mesmo é pensar na boa experiência do usuário. Por isso, tudo que é escrito no anúncio deve ser condizente ao que ele encontrará na página de destino, além disso atente-se para os seguintes pontos:

  • Não utilize palavras inteiras em caixa alta ou pontos de exclamação nos títulos dos anúncios;
  • Também não é permitido utilizar múltiplos sinais de exclamação na descrição dos anúncios;
  • A expressão “Clique aqui” também não pode ser utilizada;

Anúncios – Rede de Display

Com a rede de display do Google, é possível atingir clientes potenciais que nem sabem ainda da existência da sua empresa ou negócio. Com ela, seus anúncios aparecem em sites, blogs, YouTube, Gmail, entre outros.

A rede de display do Google trabalha com segmentação contextual, ou seja, seu anúncio é exibido de acordo com o contexto. Isso significa que o anúncio certo é mostrado no momento ideal. Nesse modelo de rede você pode exibir anúncios gráficos, dando mais destaque ao seu negócio ou serviço.

A rede de display do Google é formada por milhares de sites, dos mais diferentes temas. Esses sites se afiliam à rede de display através do Google AdSense e disponibilizam espaços em suas páginas para exibir anúncios relevantes para quem está navegando por elas. Quando um cliente se interessa e clica no anúncio, o anunciante paga o valor do clique para o Google, que por sua vez repassa uma parte dessa verba para o dono do site. Ou seja, todo mundo sai ganhando.

Tipos de Segmentação da Rede de Display

Existem cinco tipos de segmentação na rede de display, sendo que três deles têm foco na página em que o anúncio é posicionado e os outros dois (por interesse do usuário e remarketing), têm foco no usuário. Confira:

  • Segmentação por palavras-chave: também conhecida como segmentação contextual, nesse modelo você faz uma lista de palavras-chave e o sistema do Google vai utilizá-la para encontrar canais da rede de display que possuem aquelas palavras no conteúdo e vai exibir o seu anúncio ao lado desse conteúdo;
  • Segmentação por canais: esse modelo de segmentação permite que você escolha diretamente em qual site da rede de display você deseja exibir seus anúncios. Escolha pelo menos dez canais para cada grupo de anúncios;
  • Segmentação por tópicos: toda vez que um site se afilia para exibir anúncios da rede de display, ele se associa a um tópico. Portanto, nesse modelo de segmentação você escolhe os temas que se relacionam com o seu anúncio;
  • Segmentação por interesse do usuário: nesse modelo, o Google faz uso do histórico de navegação do usuário para identificar o interesse dele, traçando assim seu perfil;
  • Segmentação por remarketing: com esse tipo de segmentação você mostra os anúncios apenas para quem já visitou o seu site, fazendo uso de um código de remarketing que você deve instalar no seu site para ativar essa segmentação;
  •  

Conclusões

Anunciar no Google é uma ótima forma de potencializar seu serviço ou negócio. Por isso, aproveite todas as vantagens do Google AdWords e comece a ter sucesso hoje mesmo. Não esqueça de seguir atentamente todas as dicas que compartilhamos com você neste artigo, desde a criação dos anúncios até a elaboração da página de destino perfeita.

  •